Skip to content

8 Comments

Gardashura

22.12.2019 at 10:12 pm
Reply
O navio passa ao longe Chaminé sem fumaça Frieza que instalou-se E junto a si trouxe apenas A ausência triste e constante De pequenas coisas Que já não mais existem O som da onda a quebrar na pedra Ecoou triste e cortante Trazendo a saudade de tudo que o Mar tragou Incontáveis naufrágios Que causaste e que não viste Até mesmo a tua imagem Que vinha-me sempre à mente Agora já nem vem.

Leave A Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *